segunda-feira, 9 de junho de 2014

IMAGEM DO DIA: Enquanto isso, no movimento grevista dos professores de São Luís...

É impressionante como ainda podemos nos assustar com o nível da Educação no Maranhão, principalmente em relação àqueles que são responsáveis pela alfabetização de nossas crianças. Na manhã desta segunda-feira (09), durante manifestação que interditou o trânsito na Avenida Beira Mar, professores grevistas que integram o Sindicato dos Profissionais da Educação Municipal de São Luís (SindEducação) "hastearam" uma enorme faixa onde estava escrito, em letras garrafais, a seguinte frase: “SOMOS PROFESSORES E EXIJIMOS RESPEITO”. Isso mesmo, prezado leitor, exi"G"imos (do verbo exi"G"ir) com “J”. Duas opções de entendimento para esse fato vergonhoso: ou os professores não prestaram atenção na hora em que receberam a faixa do "fabricante", ou simplesmente desconhecem de fato a grafia correta desse vocábulo. Em ambas alternativas, o erro é imperdoável, sobretudo diante da reivindicação dos grevistas por melhorias na rede de ensino, o que deveria começar pelos próprios professores, mostrando que conhecem a língua portuguesa. E assim caminha a Educação no Maranhão...

15 comentários:

  1. QUERIDO O ERRO FOI GRAVE COMO VOCÊ MESMO RETRATA,MAS GOSTARÍAMOS DE FALANDO O QUE DE REAL OCORRE NA EDUCAÇÃO,INFELIZMENTE NÃO ACONTECE,SERÁ POR QUAL MOTIVO.EU COMO EDUCADORA FIQUEI TRISTE POR NÃO TEREM PRESTADO ATENÇÃO AO RECEBEREM A TAL FAIXA,MAS DE ALGUMA FORMA ELA FOI ÚTIL POIS DE ALGUMA FORMA FOMOS NOTADOS, ASSIM VC PRESTOU ATENÇÃO!!!







    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, que a senhora como educadora tem esse pensamento.

      Excluir
    2. Foram notados pela falta de atenção quanto a ortografia

      Excluir
    3. Reflexo dos péssimos indicadores sociais do Maranhão, principalmente educacional.

      Excluir
  2. A imagem do movimento fica, digamos, "arranhada" diante de situações como essa. Minimamente, o que se espera é que os educadores maranhenses demonstrem o conhecimento da língua portuguesa para reivindicarem seus direitos, que são legítimos. No meio de tantos professores, parece-me "estranho" que nenhum tenha percebido o erro gráfico.
    No mais, boa sorte na luta e obrigado pela participação, que poderia ter sido melhor se você tivesse se identificado. :)

    ResponderExcluir
  3. Pode ter sido erro na Gráfica, e os professores não notaram isso no calor do momento!

    ResponderExcluir
  4. ta certo, o melhor entao é reduzir ainda mais os salarios ja que os professores nao merecem, e voce vai atrair pessoas cada vez mais capacitadas para o exercicio da funcao, genio!!!!

    ResponderExcluir
  5. E onde estão seus comentários sobre todos os movimentos e reivindicações que ocorrem desde o dia 23.05??? Se você acha que sabe tanto de língua portuguesa, por que não vai ser professor da rede pública municipal?? Ahhh...o que parece-me estranho é muitos de vocês "sábios" blogueiros só comentar quando aparece um erro ortográfico...mas quem são vocês para comentarem sobre erros ortográficos??Afinal, escrever através de computador...métodos eletrônicos é muito fácil pois o corretor ajuda, não é mesmo??? Quero ver é enfrentar a verdadeira situação das escolas públicas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Elma, você deve ter acessado este blog pela primeira vez, pois se tivesse feito isso antes, saberia que fui um dos primeiros espaços de comunicação a noticiar o início da greve dos professores, inclusive desde as primeiras assembleias quando já se sinalizava para a deflagração do movimento paredista.

      Excluir
  6. Muito bom , so assim pesssoas como vc e a midia em geral, veicula a noticia sobre o movimento. Pois, com quase um mes em greve , vcs n mostram uma noticia sequer sobre isso. Mas qdo aparece uma situaçao em q vcs "pensam" q vai destruir a reputaçao dos professores e enfraquecer o movimento, ai sim, fazem questao de mostrar. "Arranhada", esta ficando a imagem dos jornalistas e midia em geral q nunca mostra a verdade e sim manipula a populaçao a favor do governo. Obrigada a vc!! Ate q enfim os professores conseguiram ser noticia no seu blog(ja c quase um mes em greve) , mes mo sendo malhar e acentuar erros .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fui um dos primeiros espaços de comunicação a noticiar o início da greve dos professores, inclusive desde as primeiras assembleias quando já se sinalizava para a deflagração do movimento paredista.

      Excluir
    2. É uma vergonha, um dos maiores gênios da música Brasileira, o maestro Tom Jobim uma vez declarou que quando escrevia suas músicas usa sempre um dicionário, e outra vez ouvi um outro gênio da língua portuguesa falar que o dicionário é uma arma poderosa e foi feito para ser usado, e que burro são os não o usam, portanto ele é o pai dos inteligentes e não dos burros, pois os burros preferem escrever errado ao usar o dicionário. Eles como educadores deveriam ter conferido a faixa, e acho difícil que ng o fizesse. É claro que ao pegarem a faixa muitos leram o que ali estava escrito. Onde estavam os professores de Português? Infelizmente vivemos uma época em que pessoas incapacitadas estão por todos os lados, fui professora de Biologia na rede pública, sempre dei o meu melhor, mas vi muitas atrocidades cometidas por professores sem capacidade, sem psicologia para lidar com alunos e sem conhecimento da matéria a qual lecionava, isso me fez abandonar a profissão. Meu português não é exímio até porque não sou professora de letras, mas quando uma dúvida surge busco o bom e velho dicionário, afinal foi criado para evitar esses erros crassos.

      Excluir
    3. O mais "estranho" é que quando se critica os "críticos" dificilmente eles sabem lidar com isso de forma democrática e tolerante. Ao contrário, querem impor uma "agenda" e "uma visão" sobre a greve, como se eles fossem os portadores de uma "verdade" absoluta e inquestionável. Lamentável!!!

      Excluir

Grato pela participação.