sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Congresso promulgará emenda que abre "janela" para troca de partidos


Será promulgada no próximo dia 18 de fevereiro, em sessão conjunta do Congresso Nacional, a emenda constitucional que abre “janela” para troca de partidos sem perda de mandato.

De acordo com o texto (PEC-182/07), os detentores de mandatos eletivos poderão deixar os partidos pelos quais foram eleitos nos 30 dias seguintes à promulgação da emenda.

A desfiliação, no entanto, não será considerada para fins de distribuição do dinheiro do Fundo Partidário e do acesso gratuito ao tempo de rádio e televisão.

A medida fez parte da proposta de emenda à Constituição que trata da reforma política já aprovada pelos deputados. O restante do texto, que prevê medidas como o fim da reeleição para cargos do Poder Executivo, ainda vai ser examinado no Senado.

Confira a íntegra da PEC-182/2007

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Assaltos a ônibus em São Luís são maiores em 2016 do que em 2015 e 2014

66 assaltos a ônibus são registrados nos primeiros 31 dias do ano em São Luís. Os números foram divulgados pelo Sindicato dos Rodoviários do Maranhão

De 1º a 31 de janeiro deste ano, a capital maranhense registrou oficialmente 66 assaltos a ônibus. Esse quantitativo supera os números relativos ao mesmo período em 2015 e 2014, quando foram contabilizados 43 e 52 assaltos, respectivamente.

A preocupação reinante é a de que mantida essa tendência de crescimento, o ano de 2016, que está apenas começando, se torne um dos mais violentos em São Luís em relação ao número de assaltos a coletivos.

Apesar de mais ações criminosas verificadas no primeiro mês de 2016, o número é menor no comparativo com os três últimos meses de 2015. Em Outubro passado foram 110 assaltos; em Novembro, 81, e em Dezembro, 94 ações comandadas por assaltantes dentro dos coletivos.

É importante frisar que essas estatísticas se baseiam em Boletins de Ocorrência (B.O.) registrados pelas empresas que são alvos dos criminosos. De todas que atuam no transporte público de São Luís, nem metade das empresas divulga os assaltos sofridos, o que implica dizer que esse total pode ser bem maior.

Entre as localidades com maior incidência de assaltos a ônibus neste último mês de janeiro, destaque para a Avenida Castelo Branco, no São Francisco, e o Anel Viário, na extensão da Avenida Vitorino Freire, onde ocorreram cinco ações criminosas em cada uma. Em seguida aparecem a BR 135, na altura da Vila Funil, e o Canto da Fabril, na Avenida Venceslau Braz, com quatro assaltos cada. Também estão nessa lista as Avenidas Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche e dos Franceses, como áreas preferidas dos assaltantes.

“Sabemos que os números ainda estão bem acima do aceitável e, por isso, continuaremos cobrando da polícia mais empenho para que consigam reduzir os atuais índices e, assim, proporcionar a motoristas, cobradores e usuários do sistema mais tranqüilidade dentro dos coletivos”, avalia Isaias Castelo Branco, presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.

Leia também:


Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

SÃO LUÍS ENTRE AS CIDADES MAIS VIOLENTAS DO MUNDO


Em dois anos, o Brasil passou a ter cinco cidades a mais na lista das 50 mais violentas do mundo, divulgada pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal nesta segunda-feira (25). O país aparece agora com 21 cidades na lista. Em 2014, 16 cidades brasileiras faziam parte da lista mundial.

O ranking apontou Caracas, capital da Venezuela, como a cidade mais violenta do mundo. Fortaleza, que ficou na 12ª colocação geral, foi a líder em mortes violentas no Brasil.

O destaque negativo no país é a região Nordeste, que aparece com um quarto dos municípios mais violentos do planeta.

Para fazer o cálculo do ranking, a entidade usa a taxa de número de homicídios por cada 100 mil habitantes. A pesquisa avalia apenas os municípios com mais de 300 mil habitantes.

Mudanças

No levantamento de 2014, Maceió era a líder nacional. A capital alagoana agora é a quinta menos segura do país. Belo Horizonte foi a única cidade nacional a deixar a lista de 2014.

Na lista divulgada nesta segunda, Fortaleza aparece com taxa de homicídio de 60,77 - praticamente a mesma de Natal (60,66) e da Grande Salvador (60,63).

A região Nordeste, por sinal, é a que tem mais cidades no ranking – além das nove capitais, completam a lista Campina Grande (PB) e Feira de Santana e Vitória da Conquista (ambas na Bahia). Em 2014, eram nove cidades nordestinas na lista: Teresina, Feira de Santana e Vitória da Conquista não estavam.

Além dos munícipios do Brasil e da Venezuela, completam a lista cinco cidades do México, quatro da África do Sul e dos Estados Unidos, três da Colômbia e duas de Honduras.

Cidades mais violentas do Brasil* no ranking mundial:

12º Fortaleza - 60,77
13º Natal – 60,66
14º Salvador (e Região Metropolitana) – 60,63
16º João Pessoa – 58,40
18º Maceió – 55,63
21º São Luís – 53,05
22º Cuiabá – 48,52
23º Manaus – 47,87
26 Belém – 45,83
27º Feira de Santana (BA) – 45,50
29º Goiânia (e Aparecida de Goiânia) – 43,38
30º Teresina – 42,64
31º Vitória – 41,99
36º Vitória da Conquista (BA) – 38,46
37º Recife – 38,12
38º Aracaju – 37,70
39º Campos dos Goytacazes (RJ) – 36,16
40º Campina Grande (PB) – 36,04
43 Porto Alegre – 34,73
44º Curitiba – 34,71
48º Macapá – 30,25

*taxa por cada 100 mil habitantes

Com informações do portal UOL

Leia também:


Financiamento do Restaurante Universitário será discutido em Audiência Pública


A situação do Restaurante Universitário (RU) da Universidade Federal do Maranhão, devido à iminência de ter que fechar as portas por conta da crise econômica por que passa o Brasil e que atinge todas as instituições federais de ensino superior, será debatida em Audiência Pública.

O objetivo da audiência, convocada pela reitora Nair Portela para esta quarta-feira (27), às 9 horas, no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire, é discutir soluções viáveis que evitem a paralisação dos serviços do RU.

Tod@s lá!!!

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

domingo, 24 de janeiro de 2016

Diálogo e planejamento para desenvolver ainda mais a UFMA



Republico aqui as matérias veiculadas nos jornais O Imparcial e Jornal Pequeno referente à reunião ocorrida na última quinta-feira (21) entre dirigentes do Sindufma (Sindicato dos Docentes da Universidade Federal do Maranhão), o qual integro como um dos diretores, e a reitora Nair Portela. Na pauta, os desafios enfrentados pela nova gestão em meio a um cenário de estagnação econômica do país e de cortes profundos na Educação, além da recepção calorosa e dialógica das demandas dos campi do Continente. Diálogo e planejamento para desenvolver ainda mais a nossa querida e prestigiada UFMA.