quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Rede Maranhão realiza primeira Plenária após registro partidário


NOTA DO PARTIDO REDE / MARANHÃO

O partido Rede Sustentabilidade que teve seu registro deferido no dia 22/09/2015, pelo TSE, estará realizando uma Plenária Estadual, no dia 01 de outubro (quinta-feira), às 18h, no Hotel Abbeville, localizado à Rua Marechal Castelo Branco, 500 - no bairro São Francisco, em São Luís (MA).

Na pauta: informações sobre o partido, apresentação do GT - Estadual que dirige a REDE; orientação para criação dos coletivos municipais e sobre filiações.

O partido atuará sob o princípio da horizontalidade, tendo como eixo central ser um partido em rede, defesa da sustentabilidade, da democracia direta e participativa e da ética (ficha limpa dos seus filiados e dirigentes é cláusula estatuária).

Uma inovação do partido é que não terá o cargo de presidente na sua direção, adotando a função de dois porta-vozes, sendo um homem e uma mulher.

Os detentores de mandatos são impedidos de ocupar cargo na Comissão Executiva, podendo ser somente vogal.

São Luís (MA), 29 de setembro de 2015.

COMISSÃO EXECUTIVA
REDE SUSTENTABILIDADE DO MARANHÃO

Entidades sindicais decidem pelo fim da greve dos professores da UFMA


Após quase quatro meses de greve dos professores da Universidade Federal do Maranhão, as aulas retornarão em outubro, depois que o Sindicato dos Professores das Universidades Federais do Maranhão (SindUFMA) e a Associação dos Professores da Universidade Federal do Maranhão (Apruma) decidiram pelo fim do movimento grevista.

Na última quinta-feira (24), a Apruma decidiu em assembleia com os professores filiados “indicar ao Comando Nacional de Greve do Andes-SN (Sindicato Nacional dos Docentes do Ensino Superior) a suspensão da greve em nível nacional”. Essa suspensão, entretanto, está condicionada à formalização pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) e pelo Ministério da Educação (MEC) de contraproposta às reivindicações feitas pelo Andes-SN, além de serem mantidas eventuais mobilizações.

Na tarde desta quarta-feira (30), a Apruma promove nova assembleia para a avaliação da contraproposta do governo e tratar de novos encaminhamentos.

O SindUFMA, por sua vez, convocou plebiscito e decidiu pelo enceramento da greve, após 115 dias de movimento. Foram 305 votos a favor e 67 contra, contabilizando a participação de 372 docentes, segundo informações do site do SindUFMA.

Ontem (29), a entidade fez assembleia para definir os novos passos com o retorno às aulas. O SindUFMA é regido pelo comando geral de greve da Federação Nacional dos Professores das Universidades Federais (Proifes), que continua em negociação com o Governo Federal.

A administração superior da UFMA já trabalha para o retorno das aulas, com elaboração de duas propostas de calendário acadêmico para serem votadas no Conselho Universitário. Segundo a pró-reitora de Ensino, Isabel Ibarra, o prazo para a conclusão do primeiro semestre 2015, interrompido com a greve, é de até 45 dias. “Após o término, seria iniciado imediatamente o segundo semestre letivo”, explica.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Eliziane Gama e a Rede Sustentabilidade


Por Hugo Freitas

A deputada federal Eliziane Gama é a mais nova filiada do partido Rede Sustentabilidade.

A confirmação veio agora à tarde. Gama deixa o PPS para disputar a Prefeitura de São Luís em 2016 pelo partido idealizado por sua mentora e grande amiga, Marina Silva, cujo registro foi obtido na semana passada junto ao TSE.

O problema que pode ser gerado, contudo, com a entrada de Eliziane na Rede é exatamente sobre o rumo que a recém-criada legenda irá tomar para a disputa do ano que vem. Muitos no partido mantêm certa "ressalva" sobre as possíveis alianças que, agora, a ex-popular socialista vem tentando estabelecer com PMDB e PP, por exemplo, para fazer frente às máquinas municipal (Prefeitura de São Luís) e estadual (Governo do Maranhão) que deverão estar à disposição do prefeito Edivaldo (PDT), candidato à reeleição.

O "temor" de muitos é que haja uma espécie de "direitização" da legenda, autointitulada "progressista" e de "centro-esquerda". Eis aí uma boa disputa intelectual que deverá ser travada internamente para a definição do "perfil político" da Rede daqui por diante.

No entanto, em que pese os caminhos e acordos que a Rede irá trilhar e conceber nas próximas eleições, sem dúvida a "aquisição" de Eliziane Gama torna o partido, que já nasce grande, num dos expoentes do cenário político brasileiro.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

TSE aprova registro do Partido da Mulher Brasileira (PMB)


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (29) o registro para o Partido da Mulher Brasileira (PMB), a 35ª legenda oficialmente reconhecido no país. Com a decisão, a nova legenda poderá disputar as eleições municipais do ano que vem. O partido adotará nas urnas o número 35.

O estatuto do partido não proíbe a filiação de homens e rege-se “sem restrições de qualquer ordem: sexual, social, racial, econômica ou religiosa”. Ainda conforme as regras, poderá se filiar “todo cidadão na plenitude de seus direitos políticos que estiver de acordo com o Manifesto e o Programa partidário”.

O partido começou o processo de criação em 2008 e, desde então, obteve apoio de 501 mil eleitores, quantidade que supera o mínimo atualmente exigido pela lei, de 486 mil (o equivalente a 0,5% dos votos dados para o cargo de deputado federal nas eleições do ano passado).

O PMB também comprovou possuir mais de nove diretórios no país, outro requisito: já existem unidades em Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Roraima e Sergipe.

Ao final da aprovação no TSE, a fundadora e presidente da legenda, Suêd Haidar Nogueira disse que a ideia do PMB surgiu da necessidade de maior participação e respeito das mulheres em instâncias partidárias.

“Agora é um novo caminho que vamos trilhar, dentro do Partido da Mulher Brasileira, para que possamos ter os nossos direitos garantidos, afirmados, dentro de tudo aquilo que sempre buscamos”, disse a fundadora, que é comerciante.

No site da legenda, o PMB se define como um partido de “mulheres progressistas”, “ativistas de movimentos sociais e populares” e que, junto com homens, “manifestaram sempre a sua solidariedade com as mulheres privadas de liberdades políticas, vítimas de opressão, da exclusão e das terríveis condições de vida”.

“Todos os partidos políticos têm mulheres, contudo a vida cotidiana de mulheres continua na mesma, dia após dia, ano após ano. Apesar do trabalho partidário perseverante de muitas mulheres, os interesses de mulheres nunca foram prioritários”, diz o texto.

Em outro trecho, o partido diz que “a balança da história está mudando; a força perde seu ímpeto e, com satisfação observamos a Nova Ordem Mundial que será menos masculina, mas permeada pelos ideais femininos ou, melhor dizendo, será uma Era na qual os elementos masculinos e femininos estarão em maior equilíbrio”.

Com informações do G1

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

terça-feira, 29 de setembro de 2015

Deputado Wellington cobra ações em defesa dos idosos


O vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos e das Minorias da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), utilizou a tribuna, na tarde desta segunda-feira (28), para cobrar ações em defesa dos idosos.

Ao se pronunciar, o parlamentar fez referência ao Dia Nacional do Idoso, comemorado no último domingo (27), e enfatizou a necessidade de se articular ações em defesa do idoso, necessidade essa que vai ao encontro da Indicação N° 463/2015, de sua autoria, que solicitava que o Governo do Estado encaminhasse proposição de lei autorizando a instalação de delegacias de polícia de proteção ao idoso em todos os municípios com mais de 100 mil habitantes.

“Somente nos primeiros cinco meses deste ano foram registrados 548 novos casos de maus tratos a idosos na região metropolitana de São Luís, no Maranhão. Os abusos mais comuns são agressão física, tortura psicológica, apropriação de bens e abuso financeiro, segundo informou a Defensoria Pública do Maranhão. Almejando atenuar tal cenário, solicitamos, no dia 15 de junho, que o Governador adotasse providências, a fim de instalar delegacias de proteção ao idoso. Cobramos aqui ações não em mera proteção física, mas em proteção psicológica, zelando pela integridade dos idosos e, assim, pelo respeito que é devido a todo cidadão”, ressaltou.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

PPS e PSOL irão discutir temas sobre revitalização e turismo em São Luís

Edmilson Rodrigues, deputado federal pelo PSOL e ex-prefeito de Belém, capital do Pará, será o palestrante em São Luís, a convite do PPS

Um fato político "inusitado" irá ocorrer no próximo dia 02 de outubro em São Luís. O Partido Popular Socialista no Maranhão (PPS-MA) promoverá nesta data mais um ciclo de debates sobre os desafios das grandes cidades brasileiras. 

Com o tema: “Cidade sustentável - revitalização como fomento ao turismo", nesta edição o partido receberá como palestrante o deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL), bastante premiado quando prefeito de Belém, capital do Estado do Pará.

“Este programa do PPS tem como objetivo discutir problemas, buscar soluções e alternativas para as dificuldades que as grandes cidades enfrentam. Vamos ter a honra de trazer o ex-prefeito de uma cidade do Norte do Brasil que recebeu mais de cinquenta prêmios pela sua gestão, estando em destaque o de Prefeito Criança por dois anos consecutivos, concedido pela ONU”, destacou Eliziane Gama.

A palestra do psolista Edmilson Rodrigues é, sem dúvida, uma bela iniciativa dos popular-socialistas, tanto pelo currículo do palestrante quanto pela indistinção de cores partidárias no que se refere à temática a ser discutida.

Em eventos dessa natureza, a tendência é a de sempre se trazer para a mesa de debate políticos da mesma legenda ou de siglas coligadas para disputas eleitorais, o que, até o momento, não é o caso do PSOL e do PPS; pelo menos, não em São Luís, quando as duas legendas deverão apresentar candidaturas próprias ao comando do Palácio de La Ravardière nas eleições municipais do ano que vem.

A palestra do psolista será realizada às 9 horas do dia 02 de outubro, no Plenário da Câmara de Vereadores de São Luís, localizada no Centro-Histórico da capital.

Perfil

Edmilson Rodrigues atualmente é deputado federal pelo PSOL. Ele foi prefeito de Belém-PA em duas gestões. É considerado um dos melhores prefeitos da capital paraense.

Natural de Belém, Edmilson Brito Rodrigues nasceu em 1957, é formado em Arquitetura pela Universidade Federal do Pará, especializado em Desenvolvimento de Áreas Amazônicas, mestre em Planejamento do Desenvolvimento e doutor em Geografia Humana.

Iniciou sua vida política como deputado estadual em 1986, e logo em seguida foi reeleito por mais um mandato. Foi eleito Prefeito de Belém em 1996 e reeleito em 2000, quando ainda era filiado ao PT. Entrou no PSOL em 2005 e cinco anos depois foi eleito o Deputado Estadual mais votado do Estado.

Durante os dois mandatos como Prefeito, Edmilson recebeu mais de cinquenta prêmios pela sua gestão, estando em destaque o de Prefeito Criança por dois anos consecutivos, concedido pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Confira o trailer de "Batman vs Superman". Previsão de estreia para março de 2016


O filme "Batman Vs Superman: A Origem da Justiça" vai colocar frente a frente dois dos destacados heróis das histórias em quadrinhos.

Depois dos eventos de "O Homem de Aço", o herói de Krypton passará por uma fase conturbada, já que sua presença na Terra divide opiniões.

Segundo os roteiristas, Batman acredita que Clark Kent é o causador de um colapso, e irá se juntar aos seus inimigos para derrotá-lo.

Bastante apropriada essa característica "esquizofrênica" talhada para o homem-morcego, já que fazer as vezes de "vilão" para sentir-se "herói" parece estar em seu "DNA roteirístico".

O elenco conta desta vez com Ben Affleck como Batman, substituindo o premiado ator Christian Bayle que brilhou na trilogia anterior, e Henry Cavill, permanecendo no papel do "Homem de Aço"; além de Gal Gadot, Amy Adams, Jeremy Irons, Jason Momoa e Lawrence Fishburne.

A estreia de "Batman Vs Superman" está prevista para 24 de março de 2016.

É aguardar o filme e conferir o trailer abaixo:


Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Deputado Wellington cobra a construção de creches em São Luís

“O prefeito de São Luís prometeu e não construiu as 25 creches”, disparou Wellington

Na tarde da última sexta-feira (24), o vice-presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, deputado Wellington do Curso (PPS), utilizou suas redes sociais para parabenizar a ação do Ministério Público do Maranhão (MP-MA) que, por meio das Promotorias de Educação de São Luís, instaurou Inquérito Civil para apurar o andamento da construção das creches do programa Brasil Carinhoso, que seriam construídas pela gestão municipal em parceria com o Governo Federal.

Wellington, que já utilizou a tribuna inúmeras vezes para denunciar a não construção das creches, se pronunciou mencionando o lançamento da pedra fundamental das 25 creches que marcaria o início da construção da creche do bairro da Cidade Operária, em terreno localizado na unidade 105.

Um ano e sete meses depois, no terreno localizado na Cidade Operária para a construção da primeira das 25 creches prometidas pela gestão do prefeito Edivaldo, consta no local apenas a "pedra fundamental" de anúncio das obras

Na ocasião, o parlamentar lamentou o descaso da atual gestão municipal para com a educação infantil e mencionou o destino de 33 milhões a fatores de idoneidade questionável, o que segundo ele é um disparate quando se tem 25 creches a serem construídas.

“A Prefeitura de São Luís divulgou no início de 2014 a construção de 25 creches com recursos oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). No dia 8 de fevereiro de 2014, o prefeito Edivaldo Holanda Júnior garantiu que as obras estariam concluídas em oito meses. No entanto, um ano e sete meses depois quem passa pelo local encontra apenas o terreno repleto de lixo. O prefeito de São Luís prometeu e não construiu as 25 creches. Ora, como se não bastasse o absurdo de não se ter a construção as creches, nos deparamos com R$ 33 milhões sendo destinados ao Instituto Superior de Educação Continuada (ISEC) pela prefeitura de São Luís, como se não houvesse obras à espera de concretização. Infelizmente, esse não é o único problema que assola a educação infantil em nossa capital, já que as condições estruturais das escolas municipais estão distantes do almejado. Por isso, parabenizo o Ministério Público e reafirmo o meu posicionamento em defesa não apenas de simples obras, mas em defesa do futuro das crianças e, assim, em defesa daquilo que é devido a todo cidadão: o respeito”, pontuou o parlamentar.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

A "prefeita ostentação" e a Polícia Federal

Após 38 dias foragida, Lidiane Leite se entregou à Polícia Federal

Finalmente, após mais de 30 dias, a prefeita afastada de Bom Jardim, Lidiane Leite (atualmente, sem partido), entregou-se hoje (28), no início da tarde, à Polícia Federal.

A "prefeita ostentação", como ficou conhecida a loirinha, de 25 anos, ostentava nas redes sociais uma vida de luxo em contraste com a miséria e a vulnerabilidade social da população da cidade que administrava, um dos municípios maranhenses com o pior IDH do país.

Lidiane está presa na sede da Superintendência Regional da PF, em São Luís, onde prestará depoimento antes de ser encaminhada para a sede do Corpo de Bombeiros. Ela é acusada de desvios de verbas federais da Educação e da merenda escolar, que chegam ao montante de incríveis R$ 15 milhões.

As perguntas que o Blog do Hugo Freitas se faz e que não querem calar, no entanto, são as seguintes: Onde estava Lidiane Leite todo esse tempo em que ficou foragida (desde o dia 20 de agosto), quando a PF desencadeou a Operação Éden? Quem deu "fuga" à loirinha quando os agentes federais desembarcaram em Bom Jardim? Se Lidiane estava no Maranhão todo esse tempo e o tempo todo, por que a Polícia Federal não conseguiu descobrir sua localização e efetuar sua prisão, vez que o caso da "prefeita ostentação" se tornou de conhecimento nacional?

Tais questionamentos sugerem a possibilidade da existência de uma rede poderosa de proteção dada à Lidiane. Afinal, com 15 milhões no bolso, se torna muito mais fácil fugir e manter-se foragida durante um bom tempo, o suficiente para que ela e seus colaboradores pudessem agilizar negociações que visam suavizar seu tempo de permanência na prisão, por meio de um habeas corpus impetrado na 2a. Vara da Justiça Federal no Maranhão.

Resta saber se as autoridades responsáveis pela coleta de informações junto à acusada terão a mesma curiosidade aqui demonstrada.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Eliziane Gama e a Guerra pelas Alianças


Por Hugo Freitas

A deputada federal Eliziane Gama (PPS) parece ter se dado conta de que a guerra que irá enfrentar pela costura de alianças partidárias não será das mais cômodas.

Apesar de surfar na onda da primeira colocação em todas as pesquisas de intenções de votos já realizadas até aqui, referentes à preferência do eleitorado da capital maranhense sobre as eleições do ano que vem, Eliziane tem muitas dificuldades em costurar acordos políticos consistentes e duradouros.

E tudo por conta de uma aparente passividade ante às adjetivações de seus adversários que a associam ao "grupo Sarney" ao menor sinal de aproximação da popular-socialista com a cúpula do PMDB maranhense.

Ocorre, contudo, que os mesmos adversários que a acusam de "sarneysista" mantém ou buscam manter estreitas relações de apoio com o mesmo "grupo Sarney".

Como estratégia defensiva, Eliziane se indispunha, erroneamente, com os "sarneysistas" (leia-se: peemedebistas), no afã de tentar dissipar sobre si a pecha que se tornou um "lugar-comum" na política maranhense, deixando assim caminho aberto para que seus "acusadores" buscassem a confecção de laços partidários com estes mesmos "acusados".

De um só golpe, essa estratégia deixava Eliziane ainda mais isolada, ao passo que fortalecia seus adversários, principalmente o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que busca indisfarçadamente garantir o apoio do PMDB para o seu projeto de reeleição. Vale lembrar que a secretária de Saúde da gestão Edivaldo é Helena Duailibe, um dos prestigiados quadros do PMDB, prima de Ricardo Murad, também um dos "figurões" do PMDB.

Após observar as declarações em seu perfil no Twitter (imagem no topo do post) sobre essa tática de detração de suas tentativas de alianças, parece que, finalmente, Eliziane Gama "despertou" para o jogo político tal como ele se apresenta, compreendendo que aquilo o que se afirma publicamente no palco, não necessariamente é o que se deve realizar nos bastidores.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Justiça decreta prisão do ex-Chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney

Roseana e João Abreu

A Justiça do Maranhão decretou a prisão do ex-secretário-chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney (PMDB), João Guilherme de Abreu.

A Polícia Civil tentou cumprir o mandado de prisão da residência do empresário, mas ele não foi localizado.

Foram autorizados, ainda, busca e apreensão no local e bloqueio de R$ 3 milhões do ex-auxiliar governamental.

João Abreu foi indiciado pela Polícia Civil no mês de agosto. Ele é acusado pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), autora do pedido de prisão, de ter recebido R$ 3 milhões para viabilizar o pagamento de um precatório de R$ 134 milhões à UTC Constran.

Junto com Abreu, foram indiciados, também, o doleiro Alberto Youssef, Rafael Angulo, Adarico Negromonte e Marco Antonio Ziegert, todos apontados pelo governo Flávio Dino (PCdoB) como intermediadores da propina.

Com informações do portal G1

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Leonardo Boff cancela participação na 9ª Feira do Livro de São Luís

O teólogo e escritor não poderá participar do evento deste ano por motivos de saúde

A Prefeitura de São Luís, por meio da Fundação Municipal de Cultura (Func), informa que o teólogo e escritor Leonardo Boff cancelou sua participação na conferência de abertura da 9ª Feira do Livro de São Luís (FeliS), no dia 3 de outubro.

O cancelamento da participação do escritor, que está se tratando de problemas vasculares, atende a recomendações médicas de repouso por quinze dias, sendo expressamente proibidas viagens aéreas.

Leonardo Boff falaria aos maranhenses sobre o tema "Literatura como Resistência na Era do Ter". Com a saída do palestrante, a organização da 9ª FeliS estuda alternativas que possam manter o espírito da contribuição do escritor ao debate.

A edição 2015 da Feira do Livro de São Luís (FeliS) acontecerá de 2 a 11 de outubro. A programação completa da Feira será divulgada nos próximos dias no Portal da Prefeitura (www.saoluis.ma.gov.br) e no site da Feira (www.feiradolivrodesaoluis.com.br).

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

UFMA e AML homenageiam o centenário de Mário Meireles

Reitor Natalino Salgado e escritores da Academia Maranhense de Letras (AML), na abertura da Semana que homenageia o centenário de Mário Meireles

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e a Academia Maranhense de Letras (AML) realizam até quinta-feira (24) a “Semana Mário Meireles – Cem anos”, em comemoração ao centenário de nascimento do historiador maranhense.

As atividades acontecem no auditório central da UFMA com uma programação que inclui conferências, mesa redonda, minicursos e apresentação de vídeo. No hall do auditório foi montada uma exposição que retrata a vida e a obra do homenageado.

No dia 24, quinta-feira, na Academia Maranhense de Letras, às 19 horas, uma cerimônia marcará a entrega do título de Doutor Honoris Causa, in memorian. Toda a programação é aberta ao público.

Na solenidade de abertura, na manhã desta terça-feira (22), a vida e a obra de Mário Meireles foram retratadas pela historiadora e professora da UFMA, Regina Faria, que ministrou a conferência “Mário Meireles, a AML e a UFMA”. “Para a UFMA, Meireles foi importante pela contribuição que deu para a instalação da faculdade de filosofia de São Luís e para o curso de história, como o seu membro mais produtivo”, contou. Dentre as mais de 40 obras publicadas, destaca-se o livro “História do Maranhão”, que terá sua 5ª edição lançada ainda este ano.

A escritora e acadêmica da AML, Ceres Costa Fernandes, exaltou a múltipla atuação do homenageado. “Mário Meireles conseguiu fazer com que o acervo da biblioteca do gabinete português de leitura fosse doado para o curso de filosofia, sem a qual o MEC não aprovaria sua criação. Meireles foi um homem proativo, participante dentro da academia, dentro da Universidade”, detalhou.

O reitor Natalino Salgado lembrou que Meireles era muitos em um só. “Ele gostava de letras, história, música, cinema, mas, sobretudo, amava e valorizava o Maranhão. Sua contribuição para a fundação da Universidade Federal do Maranhão está descrita com precisão de detalhes no livro “Memória de professores – Histórias da UFMA e outras histórias”, organizado por Regina Faria e Antonio Montenegro”, destacou.

Mário Meireles foi um dos principais colaboradores para a criação da Universidade Federal do Maranhão

Vida de Mário Meireles

Nascido em 8 de março de 1915, Mário Meireles foi membro da Academia Maranhense de Letras onde ocupou cadeira de nº 9, cujo patrono é Gonçalves Dias. Também fez parte do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão. Foi professor da UFMA, onde exerceu a chefia do Departamento de História e Geociências e fundou o Núcleo de Documentação e Pesquisa Histórica e Geográfica.

Meireles foi o primeiro vice-reitor administrativo da UFMA, sob o reitorado de Pedro Neiva de Santana, tomando posse em primeiro de maio de 1967. Publicou 34 obras, entre livros de história e literatura.

Doutor Honoris Causa

Na solenidade de encerramento da Semana Mário Meireles, quinta-feira (24), na Academia Maranhense de Letras, a UFMA também concederá o título Doutor Honoris Causa, além de Mário Meireles, a Domingos Vieira Filho e Dom José de Medeiros Delgado, in memoriam, e a Jomar Moraes e José Maria Ramos Martins.

Confira a programação clicando aqui

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Deputado do PCdoB que proferiu discurso racista e homofóbico contra indígenas estava representando o governador Flávio Dino

"Finalizando a reunião, o deputado estadual Fernando Furtado, (PC do B), que representou o governador Flávio Dino no evento, afirmou estar ao lado dos produtores rurais", diz reportagem da FAEMA sobre a Audiência Pública em que o parlamentar comunista chamou indígenas de "bando de veadinhos"

Uma notícia veiculada no site da Federação da Agricultura do Estado do Maranhão (FAEMA) pode complicar ainda mais a situação do deputado Fernando Furtado (PCdoB), e, por conseguinte, do Governo do Maranhão.

Furtado proferiu violento ataque racista e homofóbico contra indígenas numa Audiência Pública que discutia justamente a demarcação de terras indígenas no Maranhão e seus efeitos, junto com produtores rurais, em julho deste ano, no município de São João do Caru. Na ocasião, segundo a FAEMA, o deputado comunista estava representando o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Na oportunidade, Fernando Furtado disparou: “Lá em Brasília o Arnaldo viu os índios tudo de camisetinha , tudo arrumadinho, com flechinha, tudo um bando de veadinho. Tinha uns três lá que eram veado que eu tenho certeza, veado. Eu não sabia que tinha índio veado, fui saber naquele dia em Brasília, tudo veado. Então é desse jeito que tá, índio já consegue ser veado, boiola, e não consegue trabalhar e produzir? negativo!”.

Vale registrar aqui que o CRIME DE RACISMO está previsto em Lei e é INAFIANÇÁVEL E IMPRESCRITÍVEL, como reza o Art. 5, inciso XLVII, da Constituição Federal: "A prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão".

A veracidade da informação de que Furtado falava em nome de Flávio Dino pode ser constatada no próprio site da FAEMA, através de notícia postada no dia 7 de julho de 2015, às 12h37, trazida à tona pelo jornalista Diego Emir.

Em trecho da notícia no site da FAEMA consta o seguinte: "Finalizando a reunião, o deputado estadual Fernando Furtado, (PC do B), que representou o governador Flávio Dino no evento, afirmou estar ao lado produtores rurais. Falou da sensibilidade do governador maranhense para com os menos favorecidos e conclamou a todos a participarem de ações junto ao Palácio dos Leões e Assembleia Legislativa".

Após repercussão nacional das declarações racistas de Furtado, a reportagem da FAEMA que atestava o deputado falando em nome do governador Flávio Dino foi excluída do site da entidade

Contudo, ao clicar-se no link da notícia, constata-se que a matéria foi retirada do ar (confira aqui). Para fins de comprovação, divulgo o print da matéria da FAEMA no final desta postagem.

No seu perfil no twitter, o governador Flávio Dino apressou-se em dizer que tomava ciência do assunto apenas quando observou uma conversa da jornalista Mônica Waldvogel, apresentadora de um programa de veiculação nacional na Globo News, com representantes do Conselho Indigenista Missionário Nacional (CIMI). (veja print da conversa abaixo)


Em tempos de guerra ideológica pelo controle da informação, vale tudo, até retirar do ar conteúdo de site de entidade com status de "federação".

Uma prática criminosa de RACISMO E HOMOFOBIA desta envergadura, cometido por um "deputado", filiado ao partido que governa o Maranhão, representando um governador de Estado, numa Audiência Pública sobre terras indígenas e produtores rurais, NÃO PODE FICAR IMPUNE!!! JAMAIS!!!

O trecho onde consta a afirmação da FAEMA de que o deputado Fernando Furtado (PCdoB) falava em nome do governador Flávio Dino (PCdoB) consta no último parágrafo da notícia, que segue abaixo:


Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Deputado Wellington realiza Audiência Pública em defesa dos aprovados da Polícia Civil


Na tarde desta terça-feira (22), o deputado Wellington do Curso (PPS) presidiu a Audiência Pública em favor da convocação dos aprovados no último concurso da Polícia Civil, realizado em 2012.

A reunião aconteceu no Plenarinho da Assembleia Legislativa e contou com a presença do deputado estadual Júnior Verde (PRB); do presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Maranhão, Heleudo Moreira, e do vice-presidente, Fabrício Magalhães; dos representantes dos remanescentes Izana Rubim, Joadyson Lago e Marcos André Assunção, além dos candidatos que fizeram o segundo curso de formação e aguardam nomeação, e os que não fizeram, mas aguardam a convocação.

Dentre os 170 aprovados que aguardam o 2° curso de formação, estão peritos, investigadores, auxiliares de peritos e escrivães. Além dos aprovados que aguardam o curso de formação, existem 44 aprovados que já realizaram o curso e aguardam somente a nomeação, dentre eles distribuem-se 21 peritos, 23 delegados e 1 escrivão.

Ao final da audiência, dentre os encaminhamentos, os aprovados e remanescentes do último concurso pediram que a Assembleia Legislativa solicitasse à Secretaria de Gestão e Previdência, à Secretaria de Segurança Pública e à Fundação Getúlio Vargas a relação dos candidatos aptos para a realização do segundo curso de formação, e também ficou marcada uma próxima audiência para o dia 14 de outubro, na qual serão coletados todos os levantamentos a serem encaminhados ao governo do Estado para subsidiar a decisão de nomeação dos novos policiais civis.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

TSE aprova registro da REDE SUSTENTABILIDADE. Novo partido pode disputar as eleições de 2016


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (22) a concessão de registro para a Rede Sustentabilidade, partido idealizado pela ex-ministra e ex-senadora Marina Silva.

Com a decisão, a legenda fica apta a receber filiados e lançar candidatos para as eleições de 2016. É o 34º partido do país – no último dia 15, o TSE tinha autorizado o 33º, o "Partido Novo".

Os fundadores da Rede tentaram obter o registro em 2013, a fim de lançar Marina candidata à Presidência pela legenda no ano passado, mas tiveram o pedido negado por falta do apoio mínimo necessário na ocasião. A ex-senadora acabou disputando a eleição presidencial porque se filiou ao PSB e integrou, como vice, a chapa encabeçada pelo ex-governador Eduardo Campos. Ela se tornou candidata a presidente após a morte de Campos em um acidente aéreo – obteve 22,1 milhões de votos e ficou em terceiro lugar, atrás de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB).

Em 2013, a Rede havia apresentado assinaturas de 442 mil eleitores validadas pelos cartórios eleitorais, mas a lei exigia 492 mil, o equivalente a 0,5% dos votos dados para os deputados federais nas eleições de 2010.

Marina Silva é a idealizadora do partido Rede Sustentabilidade

Em maio deste ano, Marina apresentou outras 56,1 mil assinaturas, somando apoio de 498 mil eleitores, acima do exigido atualmente (486,6 mil eleitores).

No fim de agosto, o vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, se manifestou favoravelmente ao registro da Rede. Para ele, a nova legenda não precisaria apresentar mais assinaturas, de pessoas não filiadas a outros partidos, uma nova exigência aprovada neste ano pelo Congresso para a obtenção de autorização pela Justiça Eleitoral.

Na sessão desta terça, o pedido de registro teve os votos favoráveis do relator, João Otávio de Noronha, e dos ministros Herman Benjamin, Henrique Neves, Luciana Lóssio, Gilmar Mendes, Rosa Weber e do presidente do TSE, Dias Toffoli.

Marina comemora criação da Rede com ministros e militantes

Ao final do julgamento, Dias Toffoli chamou a atenção para o crescimento do número de legendas no país.

“A se manter esse sistema, da distribuição do tempo de TV e do Fundo Partidário, cada deputado federal quererá ser o seu partido político. De 34, passaremos a ter 513 partidos políticos”, afirmou, em referência ao número de deputados da Câmara.

Com informações do portal G1

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Direção do PT se manifesta sobre agressões racistas e homofóbicas do comunista Fernando Furtado

Fernando Furtado (PCdoB) declarou numa Audiência Pública sobre demarcação de terras indígenas que os índios são um "bando de veadinhos" (confira aqui)

Em relação às declarações do Deputado Fernando Furtado (PC do B), o Partido dos Trabalhadores, através da sua Comissão Executiva Estadual, vem a público afirmar que:

1. As declarações do Deputado (PC do B) não são somente condenáveis pelo teor agressivo, preconceituoso e reacionário, mas, sobretudo, ofensivas à condição humana em toda a sua dimensão. O parlamentar não ofendeu apenas os índios e os homossexuais, mas atacou o PT naquilo que o partido tem mais orgulho que é a luta pela defesa dos direitos humanos, o respeito pela diversidade, do ponto de vista da orientação sexual de qualquer cidadão ou cidadã, e sua história de respeito e valorização da nação indígena.

2. O PT tem orgulho dos seus quadros e manifesta a mais absoluta confiança no presidente Raimundo Monteiro e no Deputado Estadual Zé Inácio, ambos ex-gestores do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), no Maranhão, onde deram valorosa contribuição à luta pelo direito à terra, inclusive com atuação destacada na desintrusão da área indígena Awá-Guajá, uma ação do Governo Dilma, determinada pela Justiça Federal desde 2002, garantindo a estes a posse de suas terras na região do Alto Turi.

3. O Partido dos Trabalhadores espera que o Deputado Fernando Furtado (PC do B) venha a público pedir desculpas pelas ofensas cometidas contra uma das maiores organizações políticas de esquerda do mundo. O PT é aliado estratégico do Partido Comunista do Brasil (PC do B), onde o Deputado Fernando Furtado está atualmente filiado, partidos cuja trajetória são um exemplo de atuação em favor dos mais pobres, das minorias e dos povos historicamente excluídos do processo de desenvolvimento capitalista injusto no país, entre os quais destacamos os povos quilombolas e indígenas.

4. Por fim, o PT reafirma seu incondicional e histórico comprometimento com a causa dos povos indígenas e contra quaisquer manifestações fascistas de conteúdos homofóbicos.

São Luís, 22 de setembro de 2015

Comissão Executiva Estadual do PT/MA

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook

Servidores Federais realizam ato público nesta quarta em São Luís


DATAM: Eliziane lidera pesquisa. Edivaldo permanece em segundo lugar.


O Instituto DataM divulgou nesta segunda-feira (21) uma nova pesquisa sobre a disputa eleitoral do próximo ano em São Luís.

No cenário divulgado pelo jornal O Estado do Maranhão, a deputada federal Eliziane Gama (PPS) aparece com 29,1% contra 22,3% do prefeito, candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

João Castelo figura na terceira posição, com apenas 9% da intenção de votos. Nulo soma 25%. Não souberam e/ou não responderam computam 8,5% dos entrevistados.


O DataM ouviu 800 pessoas na região metropolitana de São Luís entre os dias 14 e 15 de setembro.

Siga nosso perfil no Twitter e curta nossa página no Facebook