sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Justiça nega pedido de habeas corpus a João Castelo

O ex-prefeito tucano de São Luís responde na Justiça a acusação de ter deixado de pagar os salários dos servidores públicos da capital de forma intencional

O desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), Raimundo Melo, indeferiu pedido de liminar em habeas corpus impetrado em favor do ex-prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB).

O ex-prefeito responde a ação penal por suposta prática de CRIME de improbidade administrativa, sob a acusação de TER DEIXADO DE EFETUAR, DE FORMA DELIBERADA, O PAGAMENTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS relativo ao mês de dezembro de 2012.

Castelo requereu a liminar para suspender a decisão do Juízo de 1º grau, que indeferiu pedido de realização de diligências consideradas imprescindíveis para a comprovação da impossibilidade financeira do Município de São Luís em honrar com tais obrigações, bem como suspender o andamento da ação penal até o julgamento do mérito.

Ao indeferir a liminar, o desembargador Raimundo Melo sustentou não ter verificado, a priori, a configuração do constrangimento ilegal alegado pelo ex-prefeito.

O magistrado sustentou que o ato está devidamente fundamentado, não cabendo, em juízo preliminar, a análise aprofundada do pedido, o que deverá ser feito quando do julgamento do mérito.

Sobre este assunto, o Blog do Hugo Freitas já manifestou seu olhar crítico-reflexivo em artigo oportuno (CONFIRA AQUI).

Com informações do Tribunal de Justiça do Maranhão

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Novos desafios


Por Hugo Freitas

Olá, amiga leitora e amigo leitor!

Como vocês puderam perceber, estive ausente deste espaço comunicacional por exatos 7 dias, período destinado para a consecução de atividades profissionais e engajamento em novos projetos acadêmicos, o que irá me consumir mais tempo daqui por diante.

Diante disso e em respeito ao público que me lê há tempos, interagindo conosco através de comentários e da republicação de meus textos em outras plataformas digitais, principalmente em suas respectivas "redes sociais", venho informar que o fluxo de postagens no nosso Blog do Hugo Freitas sofrerá significativa diminuição, ao passo que darei prioridade na elaboração de textos autorais em detrimento das notícias e informações aqui publicizadas. Não que estas irão desaparecer por completo. Afinal, neste blog, o espaço para conteúdos informacionais continuará a existir.

A proposta que venho apresentar, no entanto, é a de prevalência pela elaboração de textos mais analíticos, reflexivos, críticos e (por que não?) opinativos. Uma espécie de "volta às origens", quando este espaço, em seu despertar para o mundo da comunicação digital, primava pela qualidade e profundidade dos escritos, e dava pouca importância à quantidade e superficialidade de notícias produzidas por outros blogs praticamente em "escala industrial", preocupados que estão na busca desenfreada, quase que obsessiva, por acessos.

Não estou, com isso, dizendo que a audiência seja irrelevante, mas sim que não deve ser preponderante. Afinal, em meio à cachoeira de blogs que se proliferam no Maranhão, será exigido cada vez mais do leitor critérios de elegibilidade e de criticidade na hora de se clicar em um ou em outro espaço comunicacional, que também deverão criar novas estratégias de escrita para buscar fugir da vala comum que tende englobar a todos que se deixam levar pelo desejo cego de cliques e mais cliques.

De modo que, assim, o Blog do Hugo Freitas pretende demarcar um novo posicionamento frente à expansão da dita "blogosfera" na rede mundial de computadores, dando primazia à elaboração de escritos autorais de teor analítico, crítico e reflexivo em comunhão à publicização de conteúdos noticiosos e informativos de maior relevância social, política e cultural.

Tudo isso coadunado com a minha nova disponibilidade de tempo. Afinal, novos desafios implicam novas readequações e mudanças de postura e posicionamento diante do mundo social.

Um fraterno abraço a tod@s!!!

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Casa da Juventude de Marina será inaugurada neste sábado (20) em São Luís


A juventude maranhense realiza neste fim de semana grande mobilização em São Luís de apoio à presidenciável Marina Silva (PSB). No sábado (20), será inaugurada a Casa da Juventude de Marina, localizada em frente à praça do bairro da Cohama.

O evento contará com a presença de lideranças da coordenação nacional de juventude da candidata que está tecnicamente empatada nas pesquisas de intenções de voto para a Presidência da República com a atual mandatária do Executivo federal, Dilma Rousseff (PT).

Jovens lideranças do PPS, PSB, PPL e Rede de Sustentabilidade no Maranhão estarão presentes no evento, além de jovens que apoiam e votam em Marina. Na oportunidade, haverá a presença também de vários candidatos, membros de partidos e figuras políticas que apoiam a presidenciável no Maranhão.

Durante a programação haverá várias atividades artísticas, culturais e esportivas. À tarde, o evento contará com bate-papo e exposição de um painel da juventude.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

Polícia Civil realiza paralisação de 48h e ameaça greve geral no Maranhão


Teve início na manhã desta quinta-feira (18) a paralisação de advertência da Polícia Civil do Estado do Maranhão. Com exceção dos delegados, paralisaram as atividades investigadores, escrivães, comissários, operadores de rádio e motoristas policiais.

De acordo com o vice-presidente do SINPOL, Fabrício Severo Filho, 70% da categoria suspendeu as atividades em diversos municípios do Estado, mantendo 30% de funcionamento, conforme diz a lei.

“Em são Luís funcionam os quatro plantões centrais: REFFSA, Cidade Operária, Cohatrac e Vila Embratel. Todos em regime de 24h para atender a sociedade nos casos de emergência, assim como nas demais cidades que aderiram à paralisação”, informou o dirigente sindical.


A concentração do movimento se dá no Plantão Central da REFFSA. Após essa primeira paralisação de advertência, está programada uma nova mobilização da categoria para os dias 24, 25 e 26 de setembro, bem como para os dias 13 a 17 de outubro, conforme deliberado na última Assembleia Geral dos policiais.

Caso não sejam atendidas as solicitações dos trabalhadores, eles ameaçam entrar em estado de greve geral, por tempo indeterminado, a partir do dia 17 de outubro, data prevista para a realização de uma nova Assembleia Geral dos policiais civis do Maranhão.

Entre as principais reivindicações, está o não cumprimento pelo governo estadual da implantação da Gratificação de Dedicação Exclusiva. Além disso, são várias as dificuldades enfrentadas pela categoria na capital e no interior do Maranhão, principalmente a falta de estrutura das delegacias. O número reduzido de policiais também tem se tornado um problema cada vez mais evidente, contribuindo para a instauração do caos na Segurança Pública do Estado.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Ex-presidente Lula é apontado no epicentro do "Propinoduto da Petrobrás"

O PODER E O CRIME - Enivaldo Quadrado (à direita), o chantagista, é pago pelo PT para manter em segredo o golpe que resultou no desvio de 6 milhões de reais da Petrobrás, em outro caso de chantagem que envolve o ministro Gilberto Carvalho (à esquerda), o mensaleiro José Dirceu e o ex-presidente Lula.

Por Hugo Freitas

A revista "Veja" desta semana traz novas revelações sobre o esquema de corrupção envolvendo a Petrobrás, denunciado por um ex-diretor da maior estatal brasileira. E, mais uma vez, o nome do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva consta entre os que estão no epicentro de mais um escândalo de desvio de dinheiro público, que pode inclusive ultrapassar o esquema do "Mensalão" em magnitude, haja vista que estamos às vésperas das eleições presidenciais.

Com o título "O PT sob chantagem", a reportagem de "Veja" destaca que o Partido dos Trabalhadores estaria sendo alvo de supostas "ameaças" em face a novas denúncias que podem arrastar o nome de Lula e de outros "figurões" da legenda da estrela vermelha para o epicentro do escândalo da Petrobrás.

Para que isso fosse evitado, segundo a matéria, o PT de Lula teria cedido aos chantagistas e pago, em dólares, suntuosos volumes de propina, a fim de se fazer mais um "abafa" no tocante ao nome do ex-presidente que, desde a época do "Mensalão", sempre afirmou "nunca saber de nada" do que acontecia em seu governo e no da presidente Dilma Rousseff (PT).

O agravante disso tudo é que o caso do assalto aos cofres da Petrobrás remonta à morte do prefeito petista da cidade paulista de Santo André, Celso Daniel, assassinado em 2001. Ou seja, não se trata somente de roubo de dinheiro público, mas também de "queima-de-arquivo", crimes gravíssimos que devem ser idoneamente investigados pela Polícia Federal e, caso confirmados, severamente punidos pela "nobre" Justiça brasileira.

O mesmo deve valer para o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), e a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), ambos aliados de Lula e apontados como beneficiários do esquema milionário que surrupiou os cofres da Petrobrás.

Acompanhe a reportagem da revista Veja, divulgada no site do veículo:

O PT sob chantagem

Para evitar que o partido e suas principais lideranças sejam arrastados ao epicentro do escândalo da Petrobras às vésperas da eleição, a legenda comprou o silêncio de um grupo de criminosos — e pagou em dólar.

Desde que estourou o escândalo da Petrobras, o PT é vítima de uma chantagem. De posse de um documento e informações que comprovam a participação dos principais líderes petistas num desfalque milionário nos cofres da estatal, chantagistas procuraram a direção do PT e ameaçaram contar o que sabiam sobre o golpe caso não fossem devidamente remunerados.

Às vésperas da corrida presidencial, essas revelações levariam nomes importantes do partido para o epicentro do escândalo, entre eles o ex-presidente Lula e o ministro Gilberto Carvalho, um dos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff, e ressuscitariam velhos fantasmas do mensalão. No cenário menos otimista, os segredos dos criminosos, se revelados, prenunciariam uma tragédia eleitoral. Tudo o que o PT quer evitar. Dirigentes do partido avaliaram os riscos e decidiram que o melhor era ceder aos chantagistas — e assim foi feito, com uma pilha de dólares.

O PT conhece como poucos o que o dinheiro sujo é capaz de comprar. Com ele, subornou parlamentares no primeiro mandato de Lula e, quando descoberto o mensalão, tentou comprar o silêncio do operador do esquema, Marcos Valério. Ao pressentir a sua condenação à prisão, o próprio Valério deu mais detalhes dessa relação de fidelidade entre o partido e os recursos surrupiados dos contribuintes. Em depoimento ao Ministério Público, ele afirmou que o PT usou a Petrobrás para levantar 6 milhões de reais e pagar um empresário que ameaçava envolver Lula, Gilberto Carvalho e o mensaleiro preso José Dirceu na teia criminosa que resultou no assassinato, em 2001, do petista Celso Daniel, então prefeito de Santo André.

A denúncia de Valério não prosperou. Faltavam provas a ela. Não faltam mais. Os dólares serviram para silenciar o chantagista Enivaldo Quadrado, ele próprio participante da engenharia financeira do golpe contra os cofres da maior estatal brasileira — e agora o personagem principal de mais uma trama que envolve poder e dinheiro.

Quadrado deu um ultimato ao tesoureiro do PT, João Vacari Neto: ou era devidamente remunerado ou daria à polícia os detalhes de documento apreendido no escritório do doleiro Alberto Youssef. O documento era um contrato de empréstimo entre a "2 S Participações", de Marcos Valério, e a "Expresso Nova Santo André", de Ronan Maria Pinto. O valor desse contrato é de 6 milhões de reais, exatamente a quantia que Valério dissera ao MP que o PT levantara na Petrobrás para abafar o escândalo em Santo André. É esse o contrato que prova a denúncia de Valério. É esse o contrato que, em posse de Quadrado, permitia ao chantagista deitar e rolar sobre os petistas.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Prefeitura abre inscrições para processo seletivo da área da saúde

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria de Saúde (Semus), iniciou nesta segunda-feira (15) as inscrições para o seletivo na área da saúde. Estão abertas 307 vagas para profissionais em nível fundamental, médio e superior, em várias categorias. Os salários variam de R$ 980 a R$ 7,6 mil. O seletivo tem como finalidade o recrutamento de pessoal e o contrato terá duração de um ano.

O processo de inscrição é gratuito e será realizado online com validação presencial. O formulário para as inscrições já está disponível no site da Prefeitura (www.saoluis.ma.gov.br), no link "Editais". Os interessados deverão imprimir o comprovante de inscrição e, juntamente com os documentos solicitados para o cargo pretendido, entregá-lo na Escola de Governo e Gestão Municipal (Eggem), na Rua das Andirobas, no Renascença I, até o dia 26 deste mês.

O atendimento será realizado de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 14h às 18h. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer os termos do edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para o exercício da função.

A seleção dos inscritos será feita através da análise dos currículos conforme critérios definidos através do edital em consonância com cada cargo. O resultado da seleção está previsto para o dia 27 de outubro.

Foram disponibilizadas vagas para cirurgião dentista; auxiliar de saúde; técnico em prótese dentária; auxiliar de prótese dentária; médico generalista e outras especialidades da medicina; fonoaudiólogo; nutricionista; terapeuta ocupacional; técnico em enfermagem; assistente social; psicólogo; agente social; motorista; educador físico; farmacêutico; psiquiatra; auxiliar de serviços gerais e cozinheiro.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

sábado, 13 de setembro de 2014

CASTELO: ENTRE A PROTEÇÃO POLÍTICA E A FALTA DE JUSTIÇA NO MARANHÃO

Castelo (PSDB) deixou de pagar "intencionalmente" os servidores de São Luís

Por Hugo Freitas

Quando prefeito de São Luís (2009-2012), no último mês de mandato, João Castelo (PSDB) deixou de pagar "intencionalmente" os servidores do município. É o que afirma o Ministério Público Estadual, que se manifestou sobre denúncia contra o então prefeito tucano sobre o não pagamento de salários dos servidores.

Na época, CASTELO DEIXOU DÍVIDA MONUMENTAL DE QUASE UM BILHÃO DE REAIS (cerca de R$ 800 milhões) para a atual gestão.

O tucano perdeu as eleições municipais de 2012 para Edivaldo Holanda Júnior (PTC). Depois de ter anunciado sua "aposentadoria" (CONFIRA AQUI), hoje ele é candidato a deputado federal nestas eleições.

No entendimento dos promotores de justiça João Leonardo Sousa Pires Leal e Lindonjonson Gonçalves de Sousa, que assinam o documento, a conduta do então prefeito ignorou o caráter de verba alimentar que é o salário, essencial à subsistência do trabalhador.

“Salta aos olhos, quando se comprova que o salário, ou seja, a verba alimentar dos servidores, justamente no mês de dezembro, em que os gastos são superiores no seio familiar, não foi pago porque os recursos foram alocados para outros setores, sobretudo, para o pagamento de fornecedores”, avaliam.

A análise técnica da Controladoria Geral do Município, no Relatório Parcial de Auditoria n° 01/2013, que analisou as movimentações financeiras do Município de São Luís no período de 17 a 31 de dezembro, apontou que “os recursos que ingressaram nos cofres municipais e a destinação dos mesmos deixam claro que não foi reservado, INTENCIONALMENTE, o dinheiro necessário para o pagamento dos servidores públicos, uma vez que houve desnecessário pagamento a fornecedores em período vedado e FLAGRANTE DESOBEDIÊNCIA À LEGISLAÇÃO.

A folha de pagamento do Município em dezembro de 2012 totalizava R$ 45.851.742,94. De acordo com a análise realizada, havia cerca de R$ 40 milhões nas contas da Prefeitura, que poderiam ter sido destinados ao pagamento de salários. “Ou seja, quase 90% do valor estaria quitado, não fosse o DESCASO do administrador público na gestão de recursos”, observaram os promotores de justiça.

Vale acrescentar ainda que o fato de Castelo não ter pago intencionalmente os salários dos servidores municipais no fim de seu mandato pode ser lido como um claro sinal de que o tucano pretendia criar dificuldades à gestão do prefeito Edivaldo, que o derrotou nas urnas, demarcando pela primeira vez na história política recente a não reeleição de um prefeito da capital maranhense.

Castelo goza da "proteção política" de seus aliados

Por essas e muitas outras, é inadmissível que João Castelo ainda esteja livre para disputar novamente um cargo eletivo. Se o Maranhão fosse um Estado sério, o ex-prefeito tucano era para estar pagando na Justiça por todos os seus "pecados"!!!

Mas como o desejo de poder de poucos tem mais força do que a vontade da imensa maioria da população de se vê gestores públicos pagando por seus crimes, Castelo conta com a conivência de determinados candidatos, inclusive de postulantes ao cargo de governador do Maranhão - que se sentem "honrados" em tê-lo em seu palanque, interessados que estão no "curral eleitoral" do tucano - para se perpetuar no poder e gozar dos benefícios que pode usufruir, principalmente o de "foro privilegiado" e de "proteção política" de seus aliados.

Em outras palavras, seja como deputado federal (se eleito), seja como aliado do líder das pesquisas de intenções de voto na corrida pelo Palácio dos Leões, posição esta que pode lhe render uma "polpuda" Secretaria numa eventual vitória de Flávio Dino, João Castelo continuará sendo uma ameaça aos cofres públicos e ao dinheiro do povo maranhense, com o agravante de gozar da proteção e conivência de seus pares da "mudança" e da falta de Justiça contra figuras políticas no Maranhão.

Afinal, "Justiça" no Maranhão é só para pobres e negros. Para os políticos, as "honras"!!!

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Garçom do Senado ganha mais que professor universitário


Ao adentrar em uma rede social, nesta quarta-feira (10), me deparei com a circulação da notícia acima.

Republico-a no blog como forma de registro para posterior análise crítica sobre as idiossincrasias que ocorrem no funcionalismo público do Brasil, particularmente no tocante ao abismo salarial entre cargos do Executivo, do Legislativo e do Judiciário.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Geraldo Castro acompanha reinício das aulas nas escolas de São Luís


O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho acompanhou, nesta terça-feira (9), a retomada das aulas nas escolas da rede pública de ensino de São Luís.

Os 200 dias letivos previstos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) foram assegurados a todos os estudantes, mediante calendário escolar especial, que leva em conta a realidade de cada escola.

Geraldo visitou as escolas com o objetivo de acompanhar o reinício das atividades pedagógicas. “Contamos com o trabalho de nossos competentes educadores e educadoras, que são imprescindíveis para a formação das crianças, dos jovens, dos adultos e idosos que frequentam nossas escolas”, destacou o secretário.

A gestora adjunta da U.E.B. Monsenhor Frederico Chaves, Zuíla Gomes, enfatizou que o calendário escolar será cumprido integralmente. “Trabalharemos com empenho para a evolução escolar de todos os nossos educandos”. A escola atende a 1.280 estudantes distribuídos em 28 turmas.

Durante a tarde, o titular da Semed recebeu ainda a presidente do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de São Luís (SindEducação), Elisabeth Castelo Branco. O objetivo da visita foi alinhar informações acerca do calendário escolar.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Wellington do Curso apresenta suas propostas à Baixada Maranhense


Receptividade, carinho, saudações, abraços e declarações de voto e apoio marcaram as ações e visitas do candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) à Baixada Maranhense, onde recebeu o forte apoio das populações que acreditam no seu jeito novo de fazer política.

Para Karol, uma jovem moradora da cidade de Pinheiro, Wellington é um candidato que sintetiza a nova política maranhense, pois conhece a realidade dos municípios do Estado e tem as credenciais para representar o povo na Assembleia Legislativa, sempre defendendo os interesses das populações mais pobres.


Nesse final de semana, o candidato concentrou as atividades de campanha realizando caminhadas, corpo a corpo e reuniões nos bairros das cidades de Pinheiro, Viana, Matinha, Arari e Vitória do Mearim, além de participar também das festividades do aniversário de 19 anos de Olinda Nova.

Desde o início de sua campanha, Wellington do Curso tem realizado incansavelmente suas atividades visitando feirantes e demais trabalhadores que desenvolvem suas funções antes mesmo do nascer do sol. Diariamente, as ações do candidato em diversos pontos da capital maranhense e nas cidades por onde tem passado têm se estendido até o crepúsculo do dia para contemplar a todos que querem ouvir suas propostas.


Além das caminhadas, as visitas aos trabalhadores de diversos segmentos, profissionais liberais, estudantes e membros de associações também são uma forma de Wellington apresentar as suas propostas e conhecer de perto a realidade das comunidades, que têm se mostrado satisfeitas com o desempenho e a dedicação dele, que segue com otimismo na luta por uma vaga no Legislativo Estadual.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

Prefeitura estende reajuste salarial dos professores a todos os servidores municipais


Representantes do Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís (Sinfusp) reivindicaram junto ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) o mesmo patamar de reajuste concedido aos professores municipais, e foram atendidos.

A Prefeitura de São Luís concedeu aumento de 2,92% a todos os servidores públicos do Município que, somado ao primeiro de 3%, já acrescentado em folha, corresponde a um aumento real de 5,92%.

Pela proposta da Prefeitura, será concedido reajuste gradativo: 1% em setembro e 1,92% em dezembro. Segundo o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, José Cursino Raposo, o aumento só foi possível devido à leve evolução no cenário financeiro do município.

“A situação financeira do Município ainda é difícil, porque com o reajuste ficamos na margem da LRF e há diminuição dos recursos para investimento. Mas é um gesto de boa vontade do prefeito Edivaldo aos servidores”, disse Cursino.

Esta é a primeira vez que o reajuste dos servidores públicos municipais chega a todos equitativamente.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

sábado, 6 de setembro de 2014

Geraldo & Edivaldo: (`)A Prova de Fogo

Prefeito e secretário de Educação decidiram manter o trabalho que, em conjunto, vem sendo desenvolvido em São Luís

Por Hugo Freitas

Até agora, a greve dos professores de São Luís se constituiu como a "maior prova de fogo" já enfrentada pela administração municipal em menos de dois anos, particularmente pelo secretário de Educação, Geraldo Castro Sobrinho.

Depois de 106 dias de greve na rede pública de ensino da capital, que tanto desgaste causou para professores como para gestores, Geraldo conseguiu manter-se à frente da Secretaria Municipal de Educação (Semed), obra dos esforços despendidos pelo agente que comanda o órgão mais "cobiçado" da Prefeitura (CONFIRA AQUI).

O trabalho que Geraldo vinha desenvolvendo na Semed, antes da deflagração da greve dos professores (LEIA AQUI), o credenciou a gozar de um prestígio ainda maior junto ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), que decidiu mantê-lo no cargo mesmo debaixo de muita cobrança da imprensa, de setores da sociedade e de algumas figuras políticas que exigiam a sua "queda" de olho na cadeira de secretário, engrossando as fileiras dos que torcem para que a atual gestão municipal derrape na curva, a fim de tornar tortuosos os passos na estrada.

A verdade é que a dupla "Geraldo & Edivaldo" passou no teste permanecendo unida e afinada, à prova de fogo, tal como as duplas sertanejas de grande sucesso país afora que não se separam frente às turbulências da caminhada, pois conseguiu transmutar as dificuldades enfrentadas pela gestão municipal na mesma harmonia que advém da sonoridade prosódica de seus nomes, através da manutenção da união de seus esforços.

Afinal, eles decidiram dar continuidade a um trabalho que, diante da torcida dos contrários, tende a se fortalecer face aos novos desafios apresentados com o fim da greve dos professores: cumprir o calendário escolar em sua integralidade, reestruturar as escolas da rede municipal, ampliar a capacitação continuada dos docentes e, com isso, melhorar a qualidade do ensino público de São Luís.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Rede Sustentabilidade organiza visita de Marina Silva ao Maranhão

Cândido Lima, porta-voz da Rede no Maranhão

O Diretório Estadual da Rede Sustentabilidade no Maranhão, em reunião realizada na noite desta quinta-feira (04), decidiu reforçar a agenda da candidata à Presidência da República, Marina Silva (PSB), organizando uma visita da presidenciável ao Maranhão nas cidades de São Luís e Imperatriz.

A Rede no Maranhão, que tem como dirigentes Cândido Lima e Ana Margarida Santos, exercendo o papel de "porta-vozes" do coletivo, está organizando um comitê de recepção para Marina e definindo a agenda da presidenciável em solo maranhense. A concentração das atividades de campanha de Marina será na capital São Luís e em Imperatriz, a segunda maior cidade do Estado.

O porta-voz Cândido Lima, que também integra o grupo de coordenação formado pelos partidos que compõem a aliança pela qual Marina Silva é candidata a presidente, foi designado pela Direção da Rede Nacional como representante máximo do coletivo no Maranhão, no tocante à organização da campanha da presidenciável. O Coordenador Geral da candidatura de Marina no Maranhão continua sendo o prefeito de Timon, Luciano Leitoa, que é do PSB.

Além dos preparativos para a visita de Marina, está sendo organizada ainda a instalação da "Casa de Marina/Beto Albuquerque" em São Luís, num prédio localizado na Praça João Lisboa, com amplo espaço para que todos os partidos integrantes da aliança possam ali se encontrar e debater os problemas da campanha, além de ser um ponto de distribuição de materiais da campanha presidencial para a capital e todo o interior do Maranhão.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

Wellington do Curso é recebido pela comunidade do bairro do Bequimão


O candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) iniciou o mês de setembro acelerando o ritmo de campanha.

Durante toda a semana, Wellington realizou atendimento às comunidades e fez ações de divulgação de suas propostas em instituições e universidades.

Na tarde de quarta-feira (3), o candidato foi recebido com muito carinho e atenção pela comunidade do bairro Bequimão, em São Luís, onde realizou uma reunião com a população para apresentar suas propostas políticas.

"Ele foi muito sincero e convincente em seu discurso. Todos ouviram com atenção as propostas de Wellington", afirmou um morador do bairro.

Ao final da reunião, os moradores declararam apoio à campanha de Wellington e garantiram que serão multiplicadores em suas comunidades para somar, de forma positiva, ao projeto de Wellington do Curso a caminho da Assembleia Legislativa do Maranhão.

"Por onde tem passado, ele tem recebido o carinho e o apoio do eleitorado que, em sua maioria, tem sido abandonado por muitos políticos de mandato", finalizou Wellington.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

Presidente do PCdoB acusa Polícia Militar de estar "monitorando" familiares de Flávio Dino

Márcio Jerry (ao centro) afirmou que a Polícia Militar do Maranhão estaria "seguindo" o irmão de Flávio Dino, Saulo Dino, até ser abordado de forma "suspeita"

Em entrevista coletiva realizada nesta quinta-feira (04), o presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, acompanhado do advogado Carlos Lula, da Coligação "Todos pelo Maranhão" e do deputado estadual e líder da oposição, Rubens Júnior (PCdoB), fez uma grave denúncia.

Segundo Jerry, Saulo Dino, irmão do candidato que lidera as intenções de voto ao governo do Estado, Flávio Dino (PCdoB), foi perseguido por um carro do serviço "secreto" da Polícia Militar, com policiais descaracterizados, e tempo de abordagem e revista fora dos padrões usuais.

Conforme Nota divulgada pela Coligação de Flávio Dino, os fatos caracterizariam uma "tentativa de coação, abuso de autoridade e manipulação do processo eleitoral".

Confira a íntegra da Nota:

NOTA OFICIAL

A coligação “Todos pelo Maranhão” torna públicos fatos que levantam graves suspeitas sobre a tentativa de COAÇÃO, ABUSO DE AUTORIDADE e MANIPULAÇÃO do processo eleitoral.

Fatos ocorridos nesta semana trazem consigo uma grande suspeita de que casos ainda mais graves, como o escandaloso caso “Reis Pacheco”, ocorrido em 1994, podem surgir numa tentativa desesperada de tentar corromper o processo eleitoral, a exemplo do que ocorreu em outros pleitos comandados pelo mesmo grupo que teme perder o poder no estado agora em 2014.

DOS FATOS:

Enquanto seguia em seu carro rumo à cidade de Imperatriz, o senhor Saulo Dino, irmão do candidato a Governador Flávio Dino, foi abordado em uma parada atípica da Polícia Militar no bairro Estiva, na saída de São Luís.

Saulo Dino, que vinha sendo seguido desde a saída do hotel em que estava hospedado, foi o único cidadão parado pela estranha blitz montada por volta das 4h40 da manhã.

Mesmo de posse de todos os documentos necessários para a condução, a revista no carro passou de uma simples vistoria para uma busca minuciosa, atípica para os procedimentos comuns de abordagem, que durou mais de uma hora;

Todos os documentos e caixas que estavam no veículo foram desmontados e descartados pelos agentes da operação. Tratava-se de bandeiras, panfletos e materiais de campanha do candidato Flávio Dino;

Toda a operação foi realizada mediante perseguição com carro descaracterizado, filmagem por indivíduos não uniformizados, com tempo de abordagem e revista fora dos padrões usuais;

É de se estranhar que apenas o senhor Saulo Dino tenha sido parado e revistado pela tal Blitz, montada em horário inusual. O carro não caracterizado que seguiu o senhor Saulo Dino seria do serviço reservado da Polícia Militar, bem como seu condutor, segundo testemunhas que passaram pelo local no instante da operação.

DIANTE DOS FATOS, A COLIGAÇÃO “TODOS PELO MARANHÃO” SE PRONUNCIA:

1. Em defesa da atuação republicana e democrática das Polícias, em defesa do Estado e do Cidadão, sem servir de instrumento a grupos políticos. Neste sentido, temos plena convicção de que a corporação militar não admite atitudes como a acima relatada e nela confiamos;

2. Demonstra preocupação com as reiteradas práticas de ilegalidade cometidas pela coligação “Pra frente, Maranhão”, apoiada pela Governadora Roseana Sarney, que em eleições passadas deu provas de serem capazes de tudo pela manutenção do poder;

3. Requer da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão as imagens da abordagem, bem como a identificação dos agentes que a realizaram. A Secretaria deve esclarecimentos à sociedade maranhense sobre os motivos que ensejaram a abordagem atípica;

4. Pede esclarecimentos dos órgãos competentes sobre o monitoramento de familiares do senhor Flávio Dino, de membros da direção de sua campanha e sobre os motivos da operação direcionada ao irmão do candidato;

5. Informamos ainda que oficiaremos ao Comando Geral da Polícia Militar, à Secretaria de Segurança Pública, à Polícia Federal, Ministério Público Eleitoral, e através da direção nacional do PCdoB, ao Ministério da Justiça, relatando os lamentáveis fatos;

Márcio Jerry Saraiva Barroso
Representante Legal da Coligação Todos pelo Maranhão

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

O FIM DA GREVE DOS PROFESSORES DE SÃO LUÍS

Em Assembleia, professores decidiram pelo fim da greve. O reinício das aulas está previsto para a próxima terça-feira (09).

Por Hugo Freitas

Depois de 106 dias, chegou ao fim a greve dos professores da rede municipal de ensino de São Luís. A decisão foi tomada na noite desta quinta-feira (04), após Assembleia da categoria que deliberou pelo fim do movimento. A greve começou no dia 22 de maio.

A assembleia dos professores, que teve início às 17h e só terminou por volta das 21h, contou com a presença de representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE), da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e com alunos das escolas públicas municipais.

O prof. Antonisio Furtado, do Comando de Greve, fez a leitura da minuta do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), elaborado pelo Ministério Público, em que constam todos os termos negociados entre o SindEducação e a Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Dentre eles, o reajuste salarial complementar de 2,9%, a concessão dos direitos estatutários em 2015, a execução das aposentadorias em outubro de 2014 e a formação de comissões para fiscalização das escolas e reestruturação do Estatuto do Magistério.

Após longa reunião, os professores decidiram aceitar a assinatura do TAC como condição para suspensão da greve e desocupação da Prefeitura.

A decisão pelo fim da greve dos professores foi tomada à noite, após realização de longa Assembleia

RETORNO DAS AULAS

O assessor jurídico do SindEducação, Antonio Carlos Araújo, informou que o retorno dos professores às escolas se dará a partir da próxima terça-feira (09), após o feriado de aniversário da cidade de São Luís. A reestruturação do calendário escolar de 2014 só será divulgada semana que vem.

COMISSÃO DE FISCALIZAÇÃO DAS ESCOLAS

Durante a Assembleia, os professores elegeram os membros que irão integrar a Comissão de Fiscalização das reformas, construções e manutenções dos prédios escolares. Foram eleitos os professores Leonel Torres, Moisiléia Bucele, Rosângela Sampaio, Carlos Alberto Campelo, Antonisio Furtado e Rosilene Costa.

A comissão para reestruturação do Estatuto do Magistério e do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos será formada em plenária específica posterior.


DESABAFO

Ao fim da Assembleia, a presidente do SindEducação, profa. Elisabeth Castelo Branco, fez um desabafo em tom de "alerta" à sociedade ludovicense:

"Essa não é nossa primeira greve, e nem será a última. Se nós tivemos a audácia de ocupar a prefeitura, nós vamos ter audácia de ocupar a SEMED, de ocupar a SEMAD, e fazer o que for necessário pela defesa da educação pública", declarou.

Vale lembrar que os grevistas ocuparam a sede da Prefeitura de São Luís por cerca de 25 dias, onde permaneceram acorrentados exigindo que o prefeito Edivaldo os recebessem para negociação. Alguns docentes chegaram ao extremo de iniciar uma greve de fome, medida que logo foi abolida.

Com o registro de 125 dias de paralisação das atividades, que deixou sem aulas cerca de 120 mil crianças matriculadas nas escolas públicas de São Luís, e com o agravante da ocupação da Prefeitura, esta foi uma das maiores greves já realizadas na rede municipal de ensino da capital maranhense.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

CHEGA AO FIM A GREVE DOS PROFESSORES DE IMPERATRIZ

TRT-MA mediou reunião que pôs fim ao movimento grevista que durou 122 dias

Depois de 122 dias sem aulas, chegou ao fim a greve dos professores municipais de Imperatriz, no sul do Maranhão.

O fim do movimento paredista foi decretado após reunião entre representantes da Prefeitura e do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos Educacionais de Imperatriz (STEEI), realizada na sede do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão (TRT-MA).

Pelo acordo, ficou decidido o retorno dos professores às salas de aula nesta quinta-feira (4). O sindicato da categoria aceitou a contraproposta de reajuste salarial de 6% oferecida pelo Município, que será pago em duas parcelas, sendo 3% na folha de pagamento de setembro e o restante, em outubro.

Além disso, a Prefeitura vai pagar R$ 200 mil em forma de abono aos profissionais da Educação pública de Imperatriz em fevereiro de 2015.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

IBOPE: Dilma lidera com Marina "na cola"


O Ibope divulgou nesta quarta (03) os dados da mais recente pesquisa de intenção de votos sobre a corrida presidencial. Segundo o levantamento, Dilma Rousseff (PT) aparece à frente, com 37% da preferência do eleitorado, seguida de Marina Silva (PSB), com 33%. Na terceira colocação, está Aécio Neves (PSDB), com 15%.

Na pesquisa anterior do Ibope, divulgada no dia 26 de agosto, Dilma tinha 34%, Marina, 29%, e Aécio, 19%.

Os números de hoje mostram o Pastor Everaldo (PSC), com 1%. Os outros sete presidenciáveis, somados, acumulam 2%. Votos brancos e nulos somam 7% e os que não sabem ou não responderam são 5%.

Na eventualidade de um segundo turno entre Dilma e Marina, a pesquisa aponta a candidata do PSB com 46% das intenções de voto e a petista, com 39%. Se o segundo turno fosse com Aécio Neves, Dilma teria 47% e o tucano, 34%. O Ibope não fez simulação de segundo turno entre Marina  Aécio.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Prefeitura de São Luís entrega reforma do Terminal do São Cristóvão


A Prefeitura de São Luís entregou aos usuários de transporte público da capital o Terminal de Integração do São Cristóvão completamente reformado. Entre as melhorias promovidas com a reforma estão a restauração da sinalização interna, aumento da acessibilidade, reforma dos banheiros, recuperação asfáltica das vias internas e pintura.

“Estamos entregando os terminais de integração, um a um, renovados aos usuários do transporte público da nossa cidade, para que a população desfrute de mais segurança e conforto no deslocamento do dia a dia. Nosso trabalho tem sido intenso para promover maior qualidade na mobilidade urbana de São Luís”, afirmou o prefeito Edivaldo.


Para garantir o aumento da acessibilidade foram instaladas novas rampas de acesso e piso tátil para facilitar o deslocamento de pessoas com mobilidade reduzida e também redutor de velocidade nas faixas de pedestres. A reforma também priorizou a orientação dos usuários do terminal com a reconfiguração da identificação visual de toda a área. Foram substituídas as placas indicativas de ônibus e itinerário e houve pintura de todo o piso das baias de embarque e desembarque.

“Já entregamos o terminal da Cohab/Cohatrac, totalmente reformado, e agora entregamos para a população de São Luís o Terminal de Integração do São Cristóvão. Uma obra como esta garante o bem estar do usuário do transporte coletivo de São Luís, que passa todos os dias aqui para pegar sua condução. É uma obra que traz dignidade ao usuário do transporte público”, frisou o secretário de Trânsito e Transportes (SMTT), Canindé Barros.

Foram disponibilizados orientadores de plataforma que auxiliarão os usuários e também será reforçada a segurança, que contará com vigilância 24 horas por dia. Para garantir maior fluidez ao trânsito no local foi feita a revitalização da sinalização horizontal e vertical da Avenida Lourenço Vieira da Silva.

OUTRAS REFORMAS

Além dos terminais do São Cristóvão e Cohab/Cohatrac, as reformas estão sendo realizadas nos terminais da Praia Grande, Cohama/Vinhais e Distrito Industrial. Os serviços integram o Programa Avança São Luís e serão entregues à população ainda no segundo semestre deste ano.

Acompanhe o Blog do Hugo Freitas pelo Twitter e Facebook