sábado, 18 de dezembro de 2010

Nota de Agradecimento do "Blog Hugo Freitas"





Caríssimos leitores do "Blog Hugo Freitas". Peço, por gentileza, a atenção de todos para esta nota.

É com enorme satisfação que constato o sucesso deste humilde blog. Em apenas um mês e meio de existência, alcançamos na tarde de hoje o patamar de 1000 (mil) visitantes.

Nesta curta trajetória, que apenas se principia por estas veredas comunicacionais, rendo meus sinceros agradecimentos a todos os que me lêem, os que me seguem e, principalmente, os que me divulgam em seus preciosos espaços. Muito obrigado a todos vocês. O sucesso neste momento alcançado não seria possível se não fosse a generosidade e o carinho com que me acolheram e me retransmitiram adiante.

Demorei para me iniciar nesta seara virtual, mas saibam que entrei para valer e pretendo continuar até quando restar o último sopro em minhas narinas.

Acredito sinceramente que o blog é uma das melhores ferramentas que a internet nos trouxe nos últimos tempos, pois nos possibilita oferecermos uma alternativa noticiosa, informativa e analítica sobre tudo o que acontece ao nosso redor, em detrimento dos veículos comunicacionais oficiais e institucionalizados, apesar de saber também que nem todo blogueiro é jornalista ou, pelo menos, não utiliza o blog com tal propósito.

Ao longo deste ano, muito amigos me impulsionaram para publicar os textos que eu produzia, quer frutos de atividades acadêmicas, quer corolários simples da vontade e do prazer de escrever sobre os assuntos pertinentes à nossa realidade. Hoje, também rendo meus agradecimentos a todas estas pessoas, sem as quais o ingresso por estas paragens seria mais obstacularizado.

Por fim, para não me estender muito, peço com todo o afeto e carinho que nutrem pelo "Blog Hugo Freitas", que continuem a ler e a levar adiante, para o máximo de pessoas possíveis, os textos aqui publicados.

Tenham certeza de que todos os esforços dispendidos até agora e os que ainda há de haver para a produção analítica deste blog, que se apresenta em formato de revista (por isso as atualizações semanais), se baseiam única e exclusivamente no desejo profundo e sincero de levar ao povo de minha terra e a todos os maranhenses um olhar que navega contra a maré, que desperta a dúvida e que incomoda os que estão acomodados com a situação crítica de todos os indicadores sociais de nosso Estado.

Se, nesse propósito, eu encontrar pelo caminho quem possa me ajudar a compartilhar de tal objetivo, saibam que eis aqui um verdadeiro amigo, um sonhador e um idealista, disposto a travar batalhas reais para vencer a guerra contra a miséria e os desmandos que operam impunemente no Maranhão, ainda que as minhas armas sejam as palavras.

Abraços fraternos a todos vocês e que Deus nos abençoe.

Hugo Freitas

3 comentários:

  1. Obrigado, Carlos Leen.

    Certamente, você é um dos que mais me apoiaram neste momento de grande satisfação. Se o "Blog Hugo Freitas" conseguiu tamanha façanha em tão curta existência, você é um dos principais responsáveis por isso. Não tenho como agradecer de outra forma senão externando todo o meu contentamento em te ter como um dos que seguem, lêem e divulgam este blog.
    Você faz parte de todo este sucesso. Portanto, parabéns a você também. Ou melhor, parabéns a nós, meu amigo!!!

    Abraços fraternos.

    Hugo Freitas

    ResponderExcluir
  2. É Natal. A maior festa da humanidade. É tempo de perdoar mais, abraçar mais, sorrir mais, com as pessoas. É tempo de festejar a Paz, o novo dia, o novo tempo, o novo jeito de ser, é tempo de renascimento e de transformação. As famílias reúnem-se para embelezar os desejos, e enfeitar a vaidade da Vida. Por que é tempo novo, é o tempo das crianças, representada na figura do Menino Jesus. É o tempo da simplicidade, da humildade e da Celebração do Amor Maior. Os risos estam fartos, os passos apressados, e com esse sentimento de irmandade, é que comungamos com cada ser humano. Mas, é tempo de lembranças, recordações, quimeras mil, e devaneios, ainda que alguns nem saibam dos limites. É tempo de lembrar dos que nasceram, e fazem das ruas, avenidas e longadouros, a sua cama, a sua morada. É tempo de lembrar dos que nasceram, mas fazem do lixo, a causa e procura da sua alimentação, e seu sustento. É tempo de rogar piedade pelos dependentes químicos, pelos dementes, e pedir reconciliação com o Outro.
    Um Feliz Natal a cada um, e que tenhamos todos Tolerância, e Tolerância e Tolerância.
    FELIZ NATAL, pra você.

    ResponderExcluir

Grato pela participação.